A importância de usar ingredientes e preparos para conquistar visitantes será discutida pelo Sebrae em Gramado durante o Festuris

Brasília – Quanto mais o interesse pela gastronomia aumenta, mais esse segmento contribui para a expansão do turismo em regiões que exploram seus produtos alimentares de forma estratégica. Seja o vinho no Vale dos Vinhedos, o queijo na Serra da Canastra ou os chocolates na Amazônia, a comida e a bebida são o chamariz que atrai quem pretende provar e conhecer melhor essas origens e atribuem competitividade aos pequenos negócios dessas localidades.

Essa relação será abordada por profissionais do segmento de alimentação fora do lar durante a 27ª Edição do Festival de Turismo de Gramado (Festuris), entre os dias 6 e 7 de novembro de 2015. “Os turistas hoje estão mais bem informados e querem mais do que visitar belas paisagens. Eles querem vivenciar experiências locais, conhecer a comida do lugar de forma mais profunda. Então, é preciso que os destinos estabeleçam estratégias para explorar a gastronomia como fator de desenvolvimento por meio do turismo, ainda mais agora que o brasileiro está viajando mais dentro do país por conta da crise”, afirma o gerente de Serviços do Sebrae Nacional, André Spínola.

Em um estande que lembra um avião, a instituição vai mostrar como algumas regiões têm usado a gastronomia como fator competitivo. O visitante irá interagir com telas touch para conhecer os principais destinos turísticos gastronômicos do país.

Também poderá assistir a 7 mini palestras e degustar produtos típicos de diversas regiões do país. Proprietário dos bares Quintana e Veríssimo, de São Paulo, o chef Marcos Livi vai revelar os segredos da nova cozinha do Sul do Brasil a partir dos ingredientes. “Quero alertar sobre a importância da valorização dos produtos locais que, embora se apresentem como um verdadeiro diferencial competitivo, muitas vezes não são apresentados aos turistas por uma questão de preconceito dos próprios empreendedores locais. É preciso realizar uma mudança cultural. Os destinos precisam enxergar o que têm de melhor e oferecer a quem os visita”, afirma o empresário.

Com experiência de mais de 25 anos na cozinha, o pernambucano César Santos vai falar sobre a importância de reconhecer a gastronomia como cultura, de resgatar os ingredientes regionais e de valorizar os pequenos produtores. Há 14 anos, ele realiza o Festival Gastronômico de Pernambuco, que ajuda na divulgação da diversidade de produtos da região em outras localidades. “Convidamos chefs de cozinha de outros Estados para fazer um intercâmbio com os daqui. Dessa maneira, eles passam a conhecer os ingredientes e seus preparos, e divulgam esse conhecimento em suas cidades”, afirma César Santos.


Confira a programação:
Dia 6
15h às 15h0
A tradição dos Doces de Pelotas
David Jeske, da Imperatriz Doces Finos

17h às 17h30
Cacau como diferencial competitivo para fomentar o turismo, com apresentação e degustação do chocolate Amazônia Cacau
Fábio Sicilia – Consultor Gastronômico. Um dos fundadores da Amazônia Cacau

18h30 às 19h
A Cerveja Artesanal Gaúcha
Mirna Cc. O. Dreher e Marcelo Giulian, da Gram Bier Cervejas Especiais

Dia 7
15h às 15h30
A nova cozinha do sul, com apresentação e degustação de produtos regionais
Marcos Livi (Quintana e Veríssimo)

16h às 16h30
Atrativos turísticos e gastronomia do sudeste do Tocantins 
Carlúcia Saraiva, do Sebrae em Tocantins, com apresentação do Biscoito Amor Perfeito

17h às 17h30
Turismo e Gastronomia em Minas Gerais
Geraldo Henrique, do Sebrae Nacional, com apresentação do queijo da Serra da Canastra

 

Mais informações:
Agência Sebrae de Notícias
(61) 3243-7851
(61) 3243-7852
(61) 2104-2768
(61) 2104-2770
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.