Presidente da Abrasel apresentou os efeitos da verticalização dos meios de pagamento para o varejo

Concorrência, regulação e verticalização da indústria de meios de pagamento e seu efeitos no varejo, bem como o impacto das reformas microeconômicas na dinamização da econômia foram as pautas discutidas em evento realizado na última sexta (24), em São Paulo, pelo Centro de Estudos em Negócios e Centro de Finanças do Insper.

Durante o encontro, O presidente-executivo da Abrasel, Paulo Solmucci, fez um apanhado dos avanços, mudanças e oportunidades no mercado de meios de pagamento, apresentando dados da última pesquisa realizada pela Associação com empresários do setor da alimentação fora do lar. “Tivemos nos últimos anos conquistas importantes como a regulamentação do mercado de meios de pagamentos feita pelo Banco Central, a interoperabilidade, o full acquiriment (aquisição completa) e a Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) passando a liquidar as transações feitas com cartão”, ressalta. Contudo, ele pontua que ainda são muitos os desafios para que o País seja competitivo neste mercado. Entre eles, a verticalização dos bancos e adquirentes e a interferência do setor bancário nos meios de pagamento.

Além do presidente da Associação, participaram do evento Paulo Furquim de Azevedo, coordenador do Centro de Estudos em Negócios; Adriana Azevedo Hernandez Perez, professora do Insper, Marcelo Nunes, coordenador-geral de Análise Antitruste 2 do CADE e João Manoel Pinho de Mello, chefe da Assessoria Especial de Reformas Microeconômicas do Ministério da Fazenda.

Clique aqui para assistir a gravação, na íntegra, do evento.