Artigo de opinião de Paulo Solmucci para o site Destrinchando

alt

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos designou a Abrasel como organizadora da missão oficial brasileira à maior feira mundial do setor de “food service”, isto é, da alimentação fora do lar. A feira é a NRA Show, que se realizará em Chicago, entre 19 e 22 de maio. Serão 66 mil visitantes de mais de 100 países, 2,3 mil expositores de 900 diferentes categorias de produtos.

Incluir-se na missão oficial, liderada pela Abrasel, significa contar com todo o apoio e a mais ampla assistência do United States Departament of Commerce no agendamento de reuniões e de visitas técnicas. Propicia-se, também, o acompanhamento de intérpretes para esses e outros encontros previamente agendados.

As visitas técnicas podem ser feitas a quaisquer estabelecimentos locais de grande referência do setor de alimentação fora do lar, como – entre outros tantos exemplos – à confeitaria Magnolia Bakery, à churrascaria Fogo de Chão ou à Gibsons Steakhouse.

A feira, propriamente dita, é realizada pela associação nacional do setor norte-americano de “food service”, a National Restaurant Association (NRA), entidade que serviu de modelo para a criação da Abrasel, em 1986. Passados 32 anos desde sua fundação, a Abrasel hoje dispõe de 50 bases decisórias e operacionais espalhadas em todas as unidades da Federação, tornando-se uma das mais dez mais influentes instituições empresariais do Brasil, em decorrência da sua ativa e descentralizada atuação.

Eis por que a Abrasel é reconhecida, inclusive, pelo U.S. Commercial Service, organismo do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, como interlocutora nacional do setor brasileiro de alimentação fora do lar.

Os contatos para a adesão podem ser feitos por meio a LinkEos Eventos e Turismo, agência que mantém parceria com o Consulado dos Estados Unidos em São Paulo, com vistas a levar as representações brasileiras a todas as feiras realizadas nos Estados Unidos.

A feira de Chicago é um show de inovações, tanto do ponto de vista das tecnologias digitais quanto em relação aos mais avançados equipamentos de cozinhas, às tendências globais de hábitos dos consumidores, às automatizadas ferramentas e softwares de gestão empresarial.

É graças à intensificação do relacionamento com o exterior que o setor brasileiro de alimentação fora do lar projetou-se como uma das mais importantes pontes de ligação do nosso país aos grandes investidores internacionais. A partir deste ano, eles escolheram o Brasil como o principal destino de seus planos de expansão das redes de restaurantes, uma vez que o mercado nacional apresenta-se como um potencial de crescimento muito superior ao que agora se observa nos Estados Unidos e na Europa.

*Paulo Solmucci é presidente da Abrasel e da Unecs

Fonte: Destrinchando