ba.abra

Em mais uma ação para ajudar o setor turístico nesse momento de dificuldade econômica ocasionado pela pandemia, o deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar do Setor Produtivo, Eduardo Salles, esteve nesta terça-feira (25) com o diretor-presidente da AGERBA, Carlos Henrique Martins, para reforçar a necessidade de a BAHIAGÁS criar uma tarifa de gás especifica para o segmento de bares, restaurantes e hotéis, já que esse é um dos insumos básicos e que mais impactam na planilha de custos dessas empresas.

O pedido também é assinado pelo vice-presidente da Frente Parlamentar, deputado Tiago Correia, que não pôde estar na reunião por conta de compromissos pré-agendados. A tarifa específica irá garantir a redução de despesas do setor turístico, um dos mais impactados pela pandemia, para ajudar que hotéis, bares e restaurantes possam retomar e manter os empregos, afirma Eduardo Salles

“Esses estabelecimentos são responsáveis pela geração de milhares de postos de trabalho na Bahia e têm sofrido muito neste cenário imposto pela pandemia. Assim como já ocorre na indústria, os empresários do turismo precisam ter acesso a esse insumo pagando um valor mais adequado, dadas as circunstâncias”, justificou o parlamentar.

Carlos Henrique solicitou à BAHIAGAS um estudo de viabilidade para a criação dessa nova faixa de tarifa e, após aprovação interna do estudo pelo Conselho do órgão, a AGERBA poderá, então, se encarregar de analisar e aplicar o tributo diferenciado.

O presidente executivo da BAHIAGÁS, Luiz Gavazza, participou virtualmente da reunião e confirmou que a sua equipe técnica já está em processo avançado do estudo.

“Tenho total sensibilidade para a situação desse setor, que foi um dos mais afetados pela pandemia. Vamos fazer a análise do pedido e, em breve, daremos um retorno”, garantiu Gavazza.

Essa foi uma das demandas apresentadas à Frente Parlamentar pelos diretores da ABIH-BA (Associação Brasileira das Indústrias de Hotel) e ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), membros do Conselho Estadual de Turismo, e imediatamente reportadas ao vice-governador João Leão, ao secretário estadual de Infraestrutura e presidente do Conselho da BAHIAGÁS, Marcus Cavalcanti, e encaminhadas ao governador Rui Costa.

Eduardo Salles diz que a força-tarefa já conseguiu ações em níveis federal, estadual e municipal e o próximo desafio será conseguir uma tarifa de energia reduzida e a abertura de linhas de crédito subsidiadas pelo DESENBAHIA.

O deputado confia que essa nova tarifa do gás sairá do papel muito em breve. “Não haverá descanso dessa Frente Parlamentar até oferecermos ao setor turístico as melhores condições possíveis para a reestruturação das empresas, retomada e manutenção dos empregos destes segmentos. Vamos, juntos, achar uma solução, e sair dessa ainda mais fortalecidos, reestabelecendo a nossa economia”, concluiu.

Fonte: Abrasel

Comentários