ba.abra

As entidades ajuizaram em conjunto Mandado de Segurança Coletivo contra “toque de recolher” e proibição da venda de bebidas alcoólicas nos finais de semana

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em conjunto com o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Salvador e Litoral Norte entraram com um mandato de segurança coletivo, protocolado no último dia 28, contra as proibições de venda de bebidas e toque de recolher impostos pelo Governo do Estado. A ação que foi dada entrada no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, buscando efeito imediato, aguarda resposta da justiça.

De acordo com o Presidente Executivo da Abrasel na Bahia, Luiz Henrique do Amaral, “estamos buscando desde março do ano passado o diálogo com o governador Rui Costa para levar nossa contribuição técnica e responsável no enfrentamento da pandemia e não fomos recebidos, nos cabe agora a confiança na justiça para que possamos avançar e transformar essa realidade caótica que está nos sendo imposta”, afirma o gestor da entidade.

O Presidente do Sindicato, Silvio Pessoa, afirma que: "Precisamos voltar a ser um destino turístico completo. Não podemos ter restaurantes que não funcionem a noite, e que não possam vender bebidas alcoólicas nos finais de semana. São quase 1 milhão de pessoas que estão sendo prejudicadas pelas medidas restritivas impostas pelo governo do Estado. Então procuramos a justiça, para que ela interceda a nosso favor."

Comentários